Durabilidade do aço galvanizado

Ao se mencionarem as estruturas metálicas como solução estrutural, é comum surgirem questões relacionadas com a durabilidade das peças usadas. O receio da corrosão leva muitos a duvidarem da integridade estrutural do edifício, especialmente com o passar dos anos. Daí a importância de conhecer a durabilidade dos materiais usados por forma a saber responder às dúvidas de técnicos e clientes.

As peças de aço galvanizado usadas nas estruturas de LSF podem alcançar uma vida útil de muitas centenas de anos. Para determinar isso, o American Iron and Steel Institute (Instituto Americano do Ferro e do Aço), a principal associação profissional dos produtores e transformadores de aço dos Estados Unidos, Canadá e México, já com mais de 140 anos de actividade, publicou em 1996 o documento com o título Durability of Cold-Formed Steel Framing Members (Durabilidade das Peças Estruturais em Aço Enformado a Frio).

De acordo com este documento, “o índice de corrosão dos revestimentos em zinco no ambiente interior de uma habitação é muito baixo. De acordo com um estudo de três anos efectuado pela British Steel, a corrosão do zinco é menor que 0,1 mícrons [ou seja, milésimas de milímetro] por cada período de três anos em casas localizadas em diferentes atmosferas: rurais, urbanas, marítimas e industriais. Isto indica que, em iguais circunstâncias, um revestimento em zinco com 10 mícrons deverá durar mais de 300 anos. Esta espessura corresponde à galvanização Z120.”